terça-feira, 16 de outubro de 2012

O Marmelo

O selvagem...

 
Engane-se  quem pensa, que o marmelo é aquele fruto meio selvagem, que só serve para fazer geleia ou marmelada. Ora aqui fica alguma informação curiosa sobre a árvore e o seu fruto tão singular.
 
Nome: O marmeleiro (Cydonia oblonga) é uma pequena árvore cujos frutos são chamados de marmelos. É conhecido também pelos nomes de marmeleiro-da-europa e pereira-do-japão.
 
Afiguração: é um arbusto de folhas em forma de coração. Flores perfumadas amarelas e o seu fruto é uma pequena cápsula com 3 sementes.
 
Origem: É proveniente do centro e sudeste asiático, sendo no entanto muito cultivado em toda a região mediterrânica, especialmente em Creta. No nosso país cultiva-se um pouco por toda a parte, aparecendo também como árvore subespontânea em sebes, valas e matas no Centro e Sul do País.
 
Propriedades: O fruto contém sais minerais, (fósforo, cálcio, ferro), vitaminas do complexo B e C, as sementes contém cerca de 20% de mucilagem, glicósidos cianogénicos (incluindo amigdalina), óleos, taninos e pectinas.
 
Qualidades Medicinais:
Emoliente – Através de cataplasma das folhas trituradas trata o edema traumático, nevralgia facial, fissura na pele, inflamações cutâneas, queimaduras, hemorroidas, e acalma e amacia a pele.
Adstringente – Em sumo pode ser utilizado como elixir oral ou gargarejo contra aftas, problemas de gengivas e dores de garganta. Em xarope é recomendado como bebida digestiva. A polpa das sementes contrai os tecidos, os capilares, os orifícios e tende a diminuir as secreções das mucosas.
Antidiarreico (nas crianças) – Através da infusão de chá das sementes e das folhas pois tem propriedades pictinas e mucilagem.
Anti-hemorrágico - É útil em inflamações gastrointestinais, síndrome do colón irritável, constipações e bronquites.
 
Curiosidades: Do marmeleiro também se extrai a vara de marmelo, instrumento de punição bastante usado no passado, e ainda em uso em algumas localidades e daí surge a expressão de pau de marmeleiro.
 
Consumo: Em Portugal é um fruto que não é normalmente consumido cru, mas cozido, geralmente em marmelada, geleia e licores. Também se consome assado. As suas folhas e sementes têm aplicação medicinal.
 
(Origem da informação e foto:  Wikipédia, a enciclopédia livre)
 

Falando neste fruto meio selvagem, mas tão rico e genuino, aqui fica um tema bem actual,
 
 
 
 
porque na verdade, como em toda a natureza, quando se nasce "somos selvagens e não somos de ninguém"...
 
 

4 comentários:

  1. Muito boa a reportagem,com lindas fotos.
    Bj
    Márcia

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pela partilha!! É sempre bom saber um pouco mais!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. A minha mãe tem várias árvores dessas e, confesso que nunca lhes prestei atenção e sim o marmelo serve só para marmelada porque aquilo cru é estranho pensava eu!
    Mas, pensando melhor no assunto, é uma árvore que os dá em abundância e há que os aproveitar!

    Excelente post! Parabéns!

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e doce comentário.
Volte sempre, pois só assim faz sentido a partilha.
O desejo de um ótimo dia,
e um beijinho.
Delicodoce.