quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Como cozer polvo


Sempre gostei muito de polvo. Porém conseguir cozinhá-lo de forma a ficar comestível sempre foi algo que se tornou numa missão impossível.
 
Para quem está habituado a fazer tal feito, pode parecer uma tarefa fácil, porém para mim que já tinha utilizado todos os truques, esta foi uma batalha ganha, com honras dignas de guerreira. 
 
O facto de eu ser persistente é uma característica, que apesar de algumas vezes me trazer algum desconforto, outras nem por isso e nessas alturas o resultado é ter como pensamento: finalmente consegui! Ora pois, foi o caso finalmente consegui cozer o polvo e ficar com uma textura macia e consistente, que fez com que nos deliciássemos com um belo polvo à lagareiro.
 
 
Aqui deixo o truque ensinado pela minha amiga B, que sendo tão simples penso que é o golpe certeiro.
 
Primeiro amanhe o polvo, lave e congele-o por uns dias. No dia de o cozinhar, retire do frio e deixe descongelar naturalmente. Na hora de o cozer, coloque um tacho ao lume com água, uma cebola com casca e uma folha de louro. Assim que a água ferva, mergulhe o polvo lentamente na água começando primeiro pelos tentáculos até entrar o corpo total do polvo. Com isto fará com que não haja um choque térmico e não encrue. Deixe cozer cerca de 20 m. Experimente com um garfo e retire do lume e escorra.
 
 
Neste caso, posteriormente foi grelhado, acompanhado de batatas a murro e regado com molho de azeite e alho fervido.

Bom apetite.

 

30 comentários:

  1. Olá!! eu costumo separar a cabeça do corpo e cozer na panela de pressão entre 45 minutos a 1 hora só em água. Para já tem resultado :)

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina,
      Também já tinha experimentado na panela de pressão e não me correu bem. Decerto fiz algo errado :(
      Porém agora que descobri este truque não quero outro :)
      Obriga da pela visita e comentário.
      Beijinho

      Eliminar
  2. Adorei as dicas eu nunca fiz polvo o prato ficou delicioso beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lúcia,
      Podes experimentar, pois resulta e é um prato muito à Portuguesa :)
      Obrigada pela visita e comentário.
      Beijinho

      Eliminar
  3. Olá !
    Adoro polvo, principalmente à lagareiro.
    Eu costumo fazer como a catarina, na panela de pressã, com água, 1 cebola com casca, azeite e uma folha de louro. Tem resultado.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Com a panela de pressão não atinei :))
      O teu também deve ficar muito bom e saboroso.
      Obrigada pela visita e comentário.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Bom! Toda a gente já experimentou cozer polvo de várias maneiras, mas o certo é que tudo depende da qualidade do polvo. Ninguém faz milagres. Eu que o diga!

      Eliminar
  4. Engraçado que o meu marido anda a pedir-me para fazer polvo à lagareiro e agora vejo aqui esta ótima sugestão. Ficou mesmo apetitoso.
    Bj
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Márcia,
      O pedido do teu Marido deve ser satisfeito :)
      Faz e depois diz se o polvo ficou tenrinho.
      Obrigada pela visita e comentário.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. GOSTEI DA DICA E VOU PÔR EM PRÁTICA DA PRÓXIMA VEZ.
    ADORO POLVO Á LAGAREIRO.
    BJS

    ResponderEliminar
  6. São,
    Também adoro polvo à lagareiro e ficava fula por não conseguir confeccionar este prato.
    Experimenta a dica e verás que resulta.
    Obrigada pela visita e comentário.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Adoro polvo à lagareiro e o teu está mesmo com bom aspecto! Para a próxima vou aí almoçar!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Marta,
    Podes vir :)) com todo o gosto.
    Obrigada pela visita e comentário.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Olá minha linda!
    O teu polvo ficou fantástico eu também faço assim como tu mas gosto mais do truque com um bocadinho de cortiça virgem coloco o polvo na panela com a cortiça e a água sempre faço assim é infalível este truque...um beijinho e bom fim de semana:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :))
      Nunca tinha ouvido falar no teu truque, mas gostei muito da ideia. Tanbém tenho que experimentar.
      Obrigada pela dica, visita e comentário.
      Bom fim-de-semana e beijinho

      Eliminar
  10. Hummm! Que belo aspeto!
    Quer dizer que a dica estava certa?!!!

    ResponderEliminar
  11. Desculpa a minha ausência no blog e a comentar as tuas maravilhosas receitas nos últimos dias...mas devido a motivos pessoais que explicarei em breve, não pude aceder à Internet. No entanto, estou de volta e cheia de vontade de ver as tuas novas receitinhas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tinha saudades das tuas visitas e comentários :))
      Desejo que estejas bem, independentemente do motivo da ausência.
      Obrigada pelo teu comentário tão afectuoso.
      Volta sempre, pois é sempre má mais-valia.
      Boa semana e beijinho.

      Eliminar
  12. Oi Fernanda é muito bom aprender como se prepapra, nunca fiz e tenho muita curiosidade.Adorei suas dicas.Beijos querida e obrigada pela visita em meu blog.Volte sempre.Uma semana abençoada pra você.

    ResponderEliminar
  13. Olá, fiquei com um sorriso malandro ao imaginar essas tuas batalhas com o polvo!
    A minha técnica é diferente, mas fiz assim como descreves durante muitos anos, contudo ficava-me com a pele rebentada, não me satisfazia.
    Agora coloco o polvo na panela apenas com um pequena porção de água (uma chávena ou duas de café) e a cebola... nada mais! O polvo liberta imensa água, coze lentamente, em temperatura média/baixa, até estar tenro. Não precisa de sal adicionado desta forma. Fica sempre bem foi uma dica de pescador!
    Acho que cada um deve usar o método com que se der melhor, o que importa é que no final fique bom, este teu está fantástico.
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Fernanda nunca preparei polvo, mas certamente deve ser delicioso!! Parabéns por conseguir fazê-lo perfeito!
    Bjs e boa semana,
    Mel

    ResponderEliminar
  15. Desconhecia este truque! A próxima vez que fizer polvo não me hei-de esquecer desta dica! Obrigada por partilhares.

    ResponderEliminar
  16. Mais uma dica
    Para que a pele do polvo não rebente adicione ao cozer um golo de vinho do Porto.
    Exprimente e depois comente.

    ResponderEliminar
  17. olá eu tambem fiz o meu arroz de polvo com a cortiça e estava mais ou menos, podia ter ficado mais tenrrinho, bjs.

    ResponderEliminar
  18. ola . cada terra seu uso , cada roca seu fuso.......
    mas sou pescador so no prato ......... sou BEIRAO

    ResponderEliminar
  19. seguir os passos apresentados , mas depois de descongelado , por num saco e bater durante 2/3 minutos , pode usar uma concha de sopa pesada, esta acção faz partir os nervos... do polvo claro. ao cozer(45 minutos) ponha uma rolha de cortiça, faz com que a temperatura/fervura se mantenha mais concentrada.
    ciencias que resultam ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro polvo á lagareiro mas a minha experiência na mao de obra é muito reduzida
      A. Lopes


      Eliminar
  20. Parabéns pela linda partilha,
    Obrigado, vou agora cozinhar o meu polvo.
    Emmanuel de Ceriz
    (se desejar pode adicionar-me no FB)

    (www.intelix-international.com)

    ResponderEliminar
  21. Para ficar tenro, convém não levar sal e a cebola pode ser só adicionada no refogado, dá mais sabor e não encrua o polvo!!!Depois as ervas aromáticas são a gosto, adicionar tomate maduro e um bom arroz, gosto muito do cigala, mas neste caso, para absorver os aromas será Carolino e não agulha!!!

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e doce comentário.
Volte sempre, pois só assim faz sentido a partilha.
O desejo de um ótimo dia,
e um beijinho.
Delicodoce.